Hospital Universitário Walter Cantídio

Sarto garante mais R$ 4,2 milhões para cirurgias eletivas e exames de imagem no HUWC

Por Deusdedit Neto - Em 04/12/2023 às 5:00 PM

04 12 2023 Sms

Foto: Divulgação

Para dar celeridade aos procedimentos cirúrgicos e exames na Capital, o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), assinou nesta segunda-feira, 4, um termo de compromisso com o Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) para ampliação de cirurgias eletivas e realização de exames de imagem. A partir desta iniciativa, o poder público municipal garante um acréscimo único e imediato de R$ 4,2 milhões nos repasses à instituição. O termo firmado será executado em um período de dois anos.

Sarto, durante a entrega, reforçou a importância da ampliação tanto para os usuários da rede quanto para aproximar o município desta unidade hospitalar. “Essa parceria vai significar um atendimento qualificado à população. Além do que nós já fazemos nas nossas unidades contratualizadas, nós vamos adicionar ao que já é ofertado de cirurgias eletivas e exames, que vem de uma necessidade grande a partir dos diagnósticos feitos nas unidades básicas”. Ele completou: “Estreitamos a relação do Hospital Universitário com o serviço público municipal, uma relação que se estabelece como parceria em um local onde se qualificam grandes profissionais da saúde”.

Assim, o valor já repassado pela Prefeitura à instituição somado ao novo recurso ultrapassa R$ 72 milhões aplicados no HUWC, somente este ano, sendo R$ 17,5 milhões destinados à realização de cirurgias eletivas. Os valores do novo aporte financeiro são oriundos do recurso que o poder público municipal dispõe para aplicar no Sistema Único de Saúde (SUS).

Para a superintendente do complexo hospitalar da UFC/Ebserh, Josenilia Gomes, o estabelecimento desse aporte qualifica o atendimento a toda a população: “Não estamos só falando de um aporte financeiro, mas uma melhora na linha de cuidado. Precisamos prestar o melhor serviço possível, então quando estabelecemos um convênio como esse, garantimos um atendimento de qualidade com os melhores resultados”, destacou ela.

A Prefeitura ampliará de 14.256 para 15.546 procedimentos cirúrgicos contratualizados com o hospital federal, um aumento de 1.290 pacientes beneficiados com cirurgias eletivas. A expectativa é reduzir em 50% a atual fila cadastrada, com base na data firmada. O objetivo da Prefeitura é dar celeridade, preferencialmente, às cirurgias otorrinolaringológicas, urológicas, vasculares, de hérnia (hernioplastias), de vesícula (colecistectomias). Quanto aos exames incrementados, os principais são ultrassons de abdômen, transvaginal, endoscopia e mamografia, com aumento de 10.320 exames.

“Esse convênio vem suprir uma lacuna que o sistema apresenta de cirurgias de média complexidade, especialmente em cirurgias de hérnia, vesícula e histerectomia. Essa parceria vem para diminuir essas dificuldades atreladas a um nível de excelência, trazendo o Hospital Universitário ainda mais próximo da Prefeitura”, destacou Galeno Taumaturgo, titular da Saúde.

Estiveram presentes na assinatura os vereadores e suplentes Professor Enilson, Germano He-Man, Luciano Girão, Juninho Aquino, Eliseu Carvalho, Dayane Costa, Aldízio Oliveira, além do deputado estadual Cláudio Pinho.

Cirurgias e exames em Fortaleza

Entre os meses de janeiro e setembro deste ano, a Prefeitura custeou a realização, somente no Hospital Universitário Walter Cantídio, de 6.903 procedimentos cirúrgicos eletivos. Destes, 119 foram hernioplastias, 143 cirurgias de vesícula e 123 cirurgias otorrinolaringológicas. Além disso, foram realizados 70.824 exames e 170.259 consultas especializadas.

Somando os procedimentos do HUWC aos dos demais estabelecimentos que compõem a Rede Municipal de Saúde, entre unidades próprias e contratualizadas, a Prefeitura já beneficiou, neste mesmo período, 84.097 pacientes com a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos ambulatoriais e hospitalares. Para isso, o Município aplicou mais de R$ 53 milhões (R$ 53.837.310,86).

Inovações para otimizar as cirurgias eletivas

A Prefeitura de Fortaleza implantou, em agosto deste ano, uma nova técnica cirúrgica na atenção secundária, por meio de duas torres de videolaparoscopia. A agilidade da nova tecnologia possibilita ampliar a capacidade cirúrgica de hernioplastia e colecistectomia no Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns (Hospital da Mulher).

Com a chegada dos equipamentos, a unidade de saúde, que possuía capacidade média para realizar cerca de 60 cirurgias destas modalidades por mês, ampliou seu porte para 180 procedimentos – uma possibilidade de acréscimo de 120 cirurgias mensais. Cerca de 25 médicos, além de 50 profissionais multidisciplinares, participam da nova técnica cirúrgica.

Com a inclusão da técnica na Rede Secundária, os fortalezenses dispõem de quatro torres de videolaparoscopia nos hospitais municipais, onde duas estão instaladas no Hospital da Mulher e duas no Instituto Doutor José Frota (IJF), utilizada em intervenções terciárias.

Acesso às cirurgias eletivas

Fortalezenses com sinais e sintomas clínicos ou alterações em exames de imagem devem procurar o posto de saúde mais próximo de sua residência. Assim, serão avaliados e encaminhados para a rede especializada por meio de consulta de triagem, onde será definido o diagnóstico e plano de tratamento para cada caso.

Mais notícias

Ver tudo de IN Poder