Hidrogênio Verde

Lucas Araripe aposta em expansão de negócios para Casa dos Ventos no mercado de H2V

Por Eveline - Em 22 de junho de 2022

Casa Dos Ventos

Casa dos Ventos

O diretor de novos negócios da Casa dos Ventos, Lucas Araripe, revela os projetos de expansão da empresa no ramo de energias renováveis: o foco agora é no segmento do Hidrogênio Verde (H2V).

A Casa dos Ventos é uma das pioneiras e principais investidoras no mercado de energia renovável do Brasil. Há 15 anos no mercado, a empresa é detentora de uma carteira grande em energias renováveis, o que viabiliza projetos nesse sentido, tanto no mercado internacional quanto no nacional, já que 70% dos custos para o H2V são do tipo de energia que a empresa já opera de forma competitiva.

Lucas Araripe ainda ressalta que, a Casa dos Ventos está com memorandos de entendimentos com vários portos e estão segurando áreas no Ceará, no Pecém, em Pernambuco, na Bahia e no Rio de Janeiro para produzir hidrogênio e amônia.

Líder em energia eólica e solar, a empresa é referência para o mercado, mas o diretor de novos negócios reforça que os projetos permeiam uma indústria nova e complexa. A ideia é ter bons projetos, mas também se associarem à outras empresas com elos de gás e amônia, visando o mercado internacional.

No mercado doméstico, a Casa dos Ventos já tem alguns clientes para pequenos projetos de H2V em torno de 10 a 20 megawatt (MW). São feitos em escalas menores para substituição de algumas fases dos projetos de energias renováveis.

Outra ideia é tornar as plantas que a Casa dos Ventos possui em híbridas com captação também de energia solar, além da eólica. O solar híbrido é mais competitivo que o solar sozinho, pois aproveita a subestação e a linha e não paga a Tarifa de Uso do Sistema de Transmissão (TUSD/TUST). E otimiza a operação, pois entra no montante da eólica que não é usada todo tempo.

A previsão da empresa é ter 3,5 gigawatts (GW) em operação para 2025, somando eólicas, solares e híbridas, tanto as que já estão em funcionamento como as em constrção e as que vão entrar em ainda. E, até o final de 2026, incrementar, possivelmente, com mais 2,5 GW solicitados, que estão em outorga.

Atualmente, a Casa dos Ventos tem 11 clientes com perfil consumidor de energia, como, por exemplo, a Tivit, a Vulcabras e a Valgroup, que atuam no Ceará. Esses parceiros atuam em setores variados e firmaram contratos de compra de energia Power Purchase Agreement (PPAs) com a companhia.

Mais notícias

Ver tudo de IN Express