POSIÇÃO CONTRÁRIA

Fernanda Pacobahyba afirma que o PLP 18/2022 vai gerar perda de arrecadação

Por Marcelo - Em 30 de maio de 2022

A titular da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE), Fernanda Pacobahyba, emitiu o seu posicionamento contrário com relação ao projeto de lei complementar (PLP) 18/2022 aprovado pela Câmara dos Deputados no último dia 25. O dispositivo estabelece um limite de 17% para o ICMS dos combustíveis, energia elétrica, gás natural, comunicações e transporte coletivo. A matéria será, agora, analisada pelo Senado Federal.

Fernanda Pacobahyba diz que projeto tira recursos importantes do Ceará        Foto: Divulgação

“Como cidadã sou 100% sensível às dificuldades que nossa população enfrenta com a inflação e a alta constante dos preços. Sei das dificuldades do nosso povo em fazer o dinheiro render e garantir o seu sustento. Acompanho de perto os números assustadores que mostram uma realidade de miséria, pobreza e fome em todo o Brasil”, afirmou.

Ela lembrou, entretanto, que também acompanha, diariamente, os esforços  feitos pelo Governo do Ceará para garantir os serviços públicos essenciais para a população. “Em especial para aqueles que mais precisam, por isso não posso me calar sabendo que o PLP 18/22 irá, sim, tirar recursos importantes da saúde, educação, segurança e tantos outros como é o caso do Mais Infância Ceará e nosso Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop)”, complementou Fernanda Pacobahyba.

Veja o vídeo:

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection