ACORDO VERDE GLOBAL

Fortaleza assina adesão ao Fórum de Ação Climática Inclusiva da C40 Cities

Por Marcelo - Em 12 de novembro de 2021

O município de Fortaleza aderiu, nesta sexta-feira (12), ao Fórum de Ação Climática Inclusiva (ICA – Inclusive Climate Actions), da Rede de Cidades C40. O prefeito José Sarto se reuniu, no Paço Municipal, com a representante do C40 Cities, Bianca Macêdo (gerente de Investimentos e Parcerias do projeto ZEBRA – Zero Emission Bus Rapid-deployment Accelerator, do C40), para, além da participação no Fórum da ICA, firmar acordo de aderir ao Compromisso de Equidade da Rede de Cidades C40.

O fórum propõe alinhar ações climáticas inclusivas ao Novo Acordo Verde Global, com o objetivo de apoiar e conectar cidades com a mesma ambição: impulsionar a implementação de novos negócios verdes e inclusivos, além de estimular uma retomada econômica justa e sustentável. A C40 reúne 97 grandes cidades do mundo que estão comprometidas com a luta contra as mudanças climáticas.

Luciana Lobo, José Sarto, Bianca Macêdo e Élcio Batista assinaram o termo      Foto: Divulgação

De acordo com Sarto, Fortaleza é uma das primeiras cidades brasileiras a firmar o compromisso. “São cidades que se destacam por se comprometerem a desenvolver políticas públicas que vão no sentido de redução da emissão de gases que causam o efeito estufa, que prejudica o nosso meio ambiente. Temos um planejamento dentro do Fortaleza 2040 com metas e eixos de sustentabilidade ambiental, essa é uma agenda imperativa para todo o bom senso que ainda há na humanidade”, reforçou o gestor.

A representante do C40, Bianca Macêdo, salientou que a parceria prevê troca de conhecimentos entre as cidades, para que a atuação pela melhoria do meio ambiente leve em conta a equidade, com a inclusão de pessoas mais vulneráveis. “O C40 acredita que a justiça ambiental, social e climática só vai ser possível se for pensada de forma conjunta, e Fortaleza está dando um passo muito importante para isso”, frisou.

Engajamento

A articulação e o engajamento de todas as secretarias, órgãos, fundações e autarquias da administração municipal caberá ao Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor). O vice-prefeito de Fortaleza, Élcio Batista, e superintendente do órgão, falou sobre a importância do pacto. “Esse compromisso é fundamental para o desenvolvimento da cidade, a gente vai fortalecer essa rede com outras cidades do mundo, cooperando e trabalhando junto para que as inovações da economia verde e relacionadas com o uso da tecnologia possam significar mais inclusão e equidade”, ressaltou Batista.

Foco é harmonizar o meio ambiente natural e o meio ambiente construído da cidade

Uma das pastas fundamentais para esse processo é a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), já responsável pelo Plano Local de Ação Climática (Plac), que promove um conjunto de ações para o combate às práticas nocivas à vida nas cidades. “O que a Seuma mais deseja é que haja uma grande harmonia entre o meio ambiente natural e o meio ambiente construído da cidade. Hoje em dia, a pauta climática está muito focada nas cidades, com essas ações locais a gente pode contribuir para uma melhoria global”, ressaltou a titular da Seuma, Luciana Lobo.

Fórum do ICA

O Fórum de Ação Climática Inclusiva C40 (ICA) objetiva promover uma forte liderança climática nos governos locais, de modo que ambos os programas apoiam as cidades com recursos e ferramentas que podem orientar os governos locais na identificação, compreensão, análise e medição dos impactos gerados pelo aumento dos Gases de Efeito Estufa, além de apoiar na adoção de medidas mais inclusivas e equitativas na execução de suas estratégias climáticas e ajudar numa retomada econômica justa e sustentável.

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection