PARCERIA COM A NEOENERGIA

Governo do Ceará vai implantar projeto de transporte público movido a H2V

Por Marcelo - Última Atualização 22 de setembro de 2021

O Governo do Ceará assinou nesta segunda-feira (20), um memorando de entendimento com a empresa Neoenergia, para a implementação de um projeto de mobilidade urbana no território cearense, com a utilização de Hidrogênio Verde como combustível dos veículos que farão o transporte público.

Ao lado de Davi Benavent del Prado, superintendente da empresa; do presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante; dos titulares da Sefaz, Fernanda Pacobahyba, e da Sedet, Maia Júnior, dentre outros secretários que integram a equipe de Governo, o governador Camilo Santana apresentou alguns detalhes do projeto.

Camilo junto com representantes do Governo do Ceará e da Neoenergia assinaram o documento                        Foto: Divulgação

“Essa é uma ideia pioneira que faz parte da nossa estratégia de focar nas energias renováveis, como acontece no mundo inteiro, para descarbonizar o planeta. Hoje assinamos o memorando com a Neoenergia e colocamos toda a equipe do Governo para que a gente possa construir esse projeto o mais rápido possível”, disse Camilo.

No projeto “Corredor Verde”, Fortaleza será a primeira cidade no Brasil a utilizar Hidrogênio Verde em mobilidade urbana, com a utilização de ônibus fuel cell. O projeto piloto será feito em Fortaleza, e a meta é chegar a 18 pontos de abastecimento de energia limpa. Depois o projeto será ampliado para 70 municípios, sendo seis capitais nordestinas, atendendo um total de 66% dos estados do Nordeste para beneficiar até 37 milhões de pessoas.

O superintendente da companhia destacou a importância da parceria que está sendo firmada entre a iniciativa privada e o poder público, agradeceu a oportunidade e disse estar empolgado com a expectativa de futuro desse novo projeto. A Neoenergia é a holding do Grupo Iberdrola, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro em número de clientes, com mais de 14 milhões de unidades consumidoras atendidas por suas distribuidoras Neoenergia Elektro, Neoenergia Coelba, Neoenergia Pernambuco, Neoenergia Cosern e Neoenergia Brasília.

E, agora, dá o start nesse projeto ambicioso em solo cearense, para se integrar a diversas empresas que já assinaram protocolos de entendimentos com o Governo do Estado, para a implantação de usinas de produção de H2V, formando o Hub de Hidrogênio Verde do Ceará, que já somam mais de R$ 100 bilhões em investimentos, como Enegix Energy, Fortescue, Grupo Linde (White Martins), Qair, Engie, EDP, entre outras.

Assista ao vídeo:

Mais notícias

Ver tudo de IN Connection