DESEMPENHO POSITIVO

Movimentação de mercadorias na ZPE Ceará tem expansão de 6,1% em janeiro

Por Marcelo - Em 15 de fevereiro de 2021

Depois de encerrar 2020 com mais de 11 milhões de toneladas (t) movimentadas, a ZPE Ceará, situada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, iniciou este ano com crescimento em seu fluxo de cargas. No mês passado, a movimentação de mercadorias atingiu 873.781 t, uma alta de 6,1% na comparação com o mesmo período de 2020.

Placas de aço da CSP integram a lista de produtos que passa na ZPE              Foto: Divulgação

Entre as principais mercadorias que passaram pelos gates da ZPE Ceará em janeiro, o maior fluxo foi oriundo do minério de ferro, com 260.661 t movimentadas no período, alta de 1,44% ante o mesmo mês de 2020. O carvão mineral, por sua vez, movimentou 178.539 t ao longo do mês, um crescimento de 38,2% no comparativo com 2020.

“Após o grande desafio que foi 2020, estamos otimistas de que, neste ano, teremos uma retomada no nosso ritmo de produção, que é tão importante para o desenvolvimento econômico do Ceará. Não tenho dúvidas de que, com o trabalho de nossos colaboradores e empresas instaladas, teremos um 2021 produtivo”, destacou Andréa Freitas, diretora de Operações da ZPE Ceará.

Única Zona de Processamento de Exportação em funcionamento no Brasil, a ZPE Ceará também movimentou, em janeiro deste ano, 212.965 toneladas de placas de aço produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Em dezembro de 2020, o produto, que é exportado para diversos países via Porto do Pecém, registrou avanço de 19,6% na sua movimentação, a maior alta entre as principais cargas da ZPE Ceará.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business