RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE

Estudo revela que os brasileiros estão viajando mais, casando mais e gastando mais durante seus momentos de lazer

Por Marcelo - Em 25 de agosto de 2021

A viagem dos sonhos, os planos de casamento, o happy hour com os amigos e tantos outros projetos que tiveram que ficar parados por conta da pandemia dão indícios de retorno. Consumo em bares, cinemas, parques, de combustíveis e até multas de trânsito voltaram a crescer. É o que aponta o terceiro relatório de Análise do Comportamento de Consumo do Itaú Unibanco, relativo ao segundo trimestre deste ano. Segmentos de viagens e hotelaria também estão em aquecimento, indicando que o brasileiro está retomando a rotina, em modo “novo normal”.

Praias do Nordeste já estão atraindo grande números de turistas                       Foto: Divulgação

Com os aprendizados de convívio neste contexto, a vacinação em curso e a flexibilização das medidas de isolamento social, o comércio se mostra em recuperação. O turismo, que teve queda de 90% no faturamento no pior momento da pandemia, está entre os ramos que iniciam o processo de retorno, com crescimento de 257,3% no segundo trimestre de 2021, frente ao 2TRI20. As companhias aéreas e o setor hoteleiro, também se destacaram com aumento três vezes maior do que no ano anterior – alta de 237,1% e 255,8% respectivamente, mas ainda abaixo dos patamares pré-pandemia.

Também chama a atenção o setor de casamentos. Se em 2020 os planos dos noivos foram frustrados, em 2021 as pessoas estão saindo do isolamento para o altar. A celebração voltou a ser destaque no segundo trimestre de 2021, mesmo que de forma adaptada às novas condições sanitárias. As agências matrimoniais e buffets tiveram crescimento de 97,4% no faturamento, na comparação com o mesmo intervalo de 2020. Mas, na comparação com 2019, houve queda de 51%.

Com a volta das cerimônias, segmentos como aluguéis de roupa e joalherias foram impactados positivamente e tiveram alta de 214,9% e 129,9%, respectivamente. As pessoas se cuidaram e se divertiram mais no período do estudo. O consumo relacionado às atividades de bem estar, como spas, centros estéticos, massagistas e manicure, registraram aumento de 90,7% no segundo trimestre, ante igual intervalo do ano passado.

Movimento em bares e restaurantes está em ritmo acelerado de recuperação

Os bares e restaurantes, tão prejudicados pela pandemia, voltaram a ver as suas mesas mais animadas e tiveram crescimento de 153,5%, sinalizando aceleração do setor. Destaque também para o segmento de lazer, considerando clubes, cinemas, teatros, boliche, sinuca, além de parques e escolas de dança. Nesse setor, houve expansão de 176,6% no faturamento, no segundo trimestre de 2021, na comparação com igual período de 2020.

Com o relaxamento das medidas de isolamento social, as compras realizadas em ambiente físico no segundo trimestre do ano voltaram a crescer e representaram 78,9% das transações, contra 21,1% no online. Na comparação com igual intervalo do ano anterior, houve um crescimento de 47,2% nas compras efetuadas no ambiente físico, e 43,2% no online – em faturamento.

No ambiente físico, os segmentos que apresentaram maior expansão no segundo trimestre deste ano foram os atacadistas – com um aumento de 35,4% ante 2020 e lojas de materiais de construção – com elevação de 31,6% na comparação com semelhante período do ano passado.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business