SAÚDE MENTAL

Amar.elo inicia seu projeto de expansão de atendimento para todo o Brasil

Por Marcelo - Em 10 de junho de 2022

O projeto Amar.elo, que foi idealizado por uma equipe do Hospital Nosso Lar, acabou se transformando numa startup e se associou ao Grupo Fortes para desenvolver a saúde mental dentro do ambiente de trabalho, está em franca expansão. Com todas as entregas realizadas em formato online, desde pesquisas, estudos e terapia, atende a inúmeros clientes no Ceará e em Teresina, e como trabalha em ambiente virtual, inicia sua expansão para todo o Brasil. E tudo isso realizado por profissionais extremamente qualificados.

Parte da equipe Amar.elo, com o CEO da empresa, Aleks Mesquita                Foto: Divulgação

Segundo Aleks Mesquita, CEO e fundador do Amar.elo, tornar o ambiente de trabalho um local psicologicamente sustentável, a fim de que seus colaboradores possam exercer suas funções de maneira equilibrada, produtiva e estabilizar suas atividades do dia a dia, é sua função primordial. O objetivo é evitar que os diferentes momentos a que todos estão expostos, possam interferir nas suas funções e no seu jeito de ser.

“Eu analiso o ambiente, educo as pessoas com relação à forma de encarar a possibilidade de terem problemas mentais, que chamamos de psicofobia, o medo de ter uma doença mental – quer seja depressão, burnout, ansiedade ou outras situações. E é necessário realizar o tratamento, a fim de não prejudicar não apenas o colaborador, quanto também a própria empresa. Sempre realizo esse trabalho contando com o apoio da psicóloga e COO da Amar.elo, Lorena Soares, além de uma equipe de profissionais altamente qualificada”, disse Aleks.

Atendimento do Amar.elo é realizado em formato totalmente online

Ele destaca que essa educação é necessária, pois é importante que todos possam discutir a problemática da saúde mental sem preconceitos, uma vez que o número de casos de suicídio vêm crescendo em todo o mundo. Tanto que, aqui no Brasil, foi criado o movimento Setembro Amarelo, visando à prevenção desse tipo de ato extremo. E muitas pessoas têm receio, ou até mesmo vergonha de falar com colegas ou superiores que estão passando por algum problema envolvendo a sua saúde mental.

“Nosso sonho é que os colaboradores possam entender e falar com seus chefes que ir ao psicólogo, ao terapeuta, é como ir ao dentista. E que a empresa e as chefias possam entender que o ser humano não é uma máquina e não tem como manter um nível elevado de produtividade todos os dias. As pessoas são impactadas, e tanto uma situação do trabalho pode interferir dentro de casa, como uma questão familiar pode gerar alguma questão negativa no ambiente laboral. Qualquer informação sobre o projeto pode ser obtida por meio do site: www.amarelosaudemental.com.br ou pelo WhatsApp (85)-99649-5509”, completou Aleks Mesquita.

Mais notícias

Ver tudo de IN Business