Zero de emissão

Na Haus Fortaleza, Mini elétrico tem alma esportiva e quase preço de Mini a combustão

Por jota - Em 3 de novembro de 2021

Jota Pompílio, editor

 

Mini Cooper Se

Para quem é fã de modelos Mini, o elétrico acaba de chegar em sua autorizada cearense, a BMW Haus Fortaleza, e já tem gente paquerando o modelo, dirigindo-o, fazendo contas se leva ou não, e observando como ele é silencioso e econômico. Se você tem interesse é melhor se apressar, ok?

Mini Cooper Se 99

De acordo com Saulo Parente, gestor da concessionária na capital cearense, o cliente desse modelo é uma pessoa antenada, que busca inovação e que está preocupado com o meio ambiente. “Acho que além da condução esportiva que ele tem, o Mini elétrico não gasta combustível e te oferta um ótimo desempenho. O modelo realmente é espetacular”, ressalta.

17123522680699

Segundo o profissional, o Cooper elétrico está de R$ 240.000 SE e há vários atrativos para você tê-lo em casa. Um deles é a taxa que está de 0,49% com entrada de 60 meses e saldo de 24x. “Há ainda a garantia que são de três anos”, ressalta.

Disponível em três versões, tem preços próximos aos das configurações a combustão, aumentando a chance de convencer um cliente que busca por um Mini a levar um elétrico para casa.

Mini Cooper Se 61

Refinado e bem equipado

O modelo é, sem dúvidas, o mais sofisticado e tecnológico dos compactos elétricos à venda no Brasil. A começar pelo acabamento, com materiais emborrachados por todo o painel (incluindo nas partes inferiores), encaixes e arremates precisos, além de detalhes que cativam o comprador, como a bandeira do Reino Unido estampada no volante, nos encostos de cabeça, em botões laterais dos bancos e outros pormenores que não passam por economias.

Os bancos são revestidos de couro, assim como o volante, e os botões cromados abaixo do ar-condicionado remetem a comandos de avião.

Já o desenho do interior é típico de um Mini, com um pequeno quadro de instrumentos à frente do motorista (neste caso, digital de 5 polegadas e anti-reflexo) e uma grande central multimídia de 8,8 polegadas rodeada por um círculo que pode variar sua iluminação. No elétrico, ele pode acompanhar o modo de condução, permanecer em uma cor pré-definida ou mostrar a autonomia do veículo – as barras vão sumindo conforme a bateria é utilizada.

Mini Cooper Se 4219

Por fora, as diferenças do Cooper S E em relação aos “irmãos” a gasolina são poucas, mas bem aparentes. Na traseira, com lanternas que replicam a bandeira do Reino Unido, o elétrico ganha um círculo amarelo com a letra E estilizada no interior, identificando que ali não há motores a combustão. Na dianteira, o para-choque tem traços mais lisos.

O destaque está nas laterais, com as rodas exclusivas do modelo – e que só equipam as versões Top e Top Collection. Com desenho assimétrico e nada convencional, as rodas de 17 polegadas (com pneus 205/45) têm superfícies com losangos em baixo relevo. Na configuração Top, ar bordas das rodas repetem o tom de amarelo presente no logo da traseira e nas letras “S” pelo veículo.

 

Mais notícias

Ver tudo de IN Road